Cultura surda existe?

Os surdos têm cultura?
Pr. Nilton Damasceno

Claro que existe a cultura surda! Como ela se manifesta? Por meio da língua de sinais (em nosso caso, a Língua Brasileira de Sinais – Libras), de seus valores, e também de seus costumes.

A Língua de Sinais manifesta a cultura surda

Primeiramente vamos ver por meio da língua. Quando os surdos estão juntos, comunicam-se em Língua de Sinais. Eles não ficam escrevendo em língua portuguesa e entregando papeizinhos uns para os outros. Comunicam-se na Libras.

A família constituída por pessoas ouvintes tem sua comunicação fluente, os filhos se sentem conectados. No caso dos surdos, isso nem sempre acontece. Quando os pais, mesmo sendo ouvintes, sabem Língua de Sinais e se comunicam com o filho surdo em Língua de Sinais é um ambiente confortável. Mas no geral não é dessa maneira. Seus familiares são ouvintes e se comunicam com o surdo através de gestos ou até mesmo oralmente. Ele se sente muito frustrado e ressentido com isso.

A comunicação com os surdos deve ser de forma visual em Língua de Sinais. Muitas vezes o surdo se sente muito só em casa. Acorda e sua família está conversando em Língua Oral, liga a televisão e ela também está na Língua Oral. Claro que existem as legendas, mas a maioria dos surdos não a habilidade de ler o que está escrito em língua portuguesa com facilidade e fluência. O surdo gosta de filmes, porque eles, tem cenas que ele consegue perceber e discernir visualmente.

Às vezes, na escola, ele é o único aluno surdo em sala de aula com os ouvintes. Fica suportando aquele momento. Depois, quando sai, encontra-se com os amigos surdos e se comunica livremente aproveitando muito esse momento. Mas quando chega em casa, novamente sente-se travado. Ele precisa de um ambiente pra se comunicar fluentemente em sua língua de sinais e cultura surda.

Por exemplo, tem pessoas ouvintes que são até intérpretes de Libras, sabem esta língua e são fluentes, mas quando estão juntos se comunicam em Língua Oral e não se comunicam em Língua de Sinais, mesmo estando na presença de surdos. Por vezes falam “espere um pouco, depois a gente conversa”. Os surdos se sentem muito sós com isso.

Algumas poucas pessoas, sendo fluentes na Libras e sabendo dos costumes dessas comunidades e de sua necessidade de comunicação em Língua de Sinais, respeitam-nos se comunicando em Língua de Sinais quando estão próximas a eles. Apenas quando estão entre seus pares, se comunicam em Língua Oral.

A cultura surda em seus valores e costumes

Os valores e costumes das comunidades surdas manifestam-se por meio de tecnologias como WhatsApp, comunicações em vídeo, Skype, e tantas outras que têm surgido e facilitando o dia a dia de sua comunicação.

Nas casas dos surdos, a campainha é luminosa. Às vezes, não têm a campainha luminosa, mas tem um cachorro. Alguém bate na porta ou toca a campainha e vem o cachorrinho abanando o rabo e então o surdo sabe que tem alguém chamando. Estes são costumes das comunidades surdas. Fazem parte da forma como os outros percebem o mundo.

Assim como a forma como os surdos usam o seu próprio corpo e várias outras coisas na comunicação. Assim, vemos a manifestação da cultura surda.

 

Entenda melhor quem são os surdos e porque traduzir a Bíblia para a Libras

Deixe uma resposta

Seu email Não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *